14 de setembro de 2012

BASTARDOS: “ISSO QUE A GENTE VÊ POR AI NÃO É ROCK AND ROLL”

Quarteto retorna após pausa nas atividades.

Por João Messias THE ROCKER

Bastardos - Divulgação
Fundada em 2004, a banda de Punk Rock Bastardos passou por um hiato e recentemente retornou as atividades.

Com três trabalhos na praça: Punk Rock, Cerveja e Diversão; Agora Basta e Los Mariachis Ao Vivo, o quarteto formado hoje por Daniel (Guitarra/Voz), Ale (Guitarra), Willi The Billy (Baixo) e Santos (D), possui um ar mais alegre e menos sisudo que seus colegas de estilo dos anos 80.

E os membros Daniel e Willi concederam uma entrevista ao NEW HORIZONS para contar da volta da banda, comentar o atual momento da cena e muito mais.

Confiram!

NEW HORIZONS ZINE: Olá! A banda foi fundada em 2004 e passou por um hiato e retomaram as atividades no ano passado. O que os motivaram a voltar?
Daniel: O que mais me motivou foi ver como esta a cena hoje em dia, com muita frescura e pouco som, isso que a gente vê por ai não é Rock and Roll !

Willi The Billy: Reforçando o que o Daniel disse, estamos voltando por que cansamos de ver as bandas de hoje, a cena musical está precisando de um empurrando, nossa missão é revolucionar novamente o Rock And Roll Nacional.

NHZ: Recentemente vocês fizeram um show de retorno. Como foi a apresentação?
Daniel: Foi demais, muito bom tocar depois de algum tempo parado e ver que a gente ainda esta em forma.

Willi: Sentir o publico novamente, com uma nova formação, cara, foi sensacional.

NHZ: Vocês tocam um Punk Rock, estilo que é muito mal visto pelas pessoas que o associam a violência e que não é feito por bons instrumentistas. Mas, o estilo tem como base o ritmo e a coesão dos músicos. Como representantes desse tipo de som, o que tem a dizer para quem pensa assim?
Daniel: Tem algumas pessoas ainda que insistem nessa idéia, mas a grande maioria já vê diferente, violência esta presente em qualquer lugar, não é uma exclusividade do Punk Rock, e posso te dizer, show de outros estilos apoiados pela mídia são muito piores vai em um pagode e pisa no pé de alguém pra ver o que acontece...

Willi: A mídia empobreceu demais o Rock, não somos nenhum Mozart, mas passamos muito bem dos 3 acordes!

NHZ: E nesse tempo, vocês lançaram três registros: as demos Punk Rock, Cerveja e Diversão; Agora Basta e Los Mariachis Ao Vivo. O que acham desses trabalhos hoje?
Daniel: Sim, eu gosto bastante, são a base do som dos Bastardos. A (demo) Punk Rock Cerveja e Diversão na minha opinião é a melhor, as musicas dele são as que eu mais gosto do nosso trabalho.

Willi: São nossas raízes, simplicidade, “macheza” e bom gosto...
... São os pilares que nos mantem para o futuro. De todos os álbuns eu carrego uma lembrança, pois mesmo quando ainda não era da banda, já era amigo dos caras, e de certo modo ajudei na construção deles.

Bastardos - Divulgação
NHZ: Vocês são da região do ABC paulista, que já foi referência do Underground nos anos 80, passou por algumas baixas e hoje está retomando o seu merecido lugar com casas de shows, eventos de qualidade. Isso na visão dos que não possuem banda como eu, e para vocês, como está a cena para as bandas?
Daniel – Realmente, nos anos 80 o ABC era referencia!  Bandas como Garotos Podres, Grinders quebravam tudo por aqui! Mas a cena deu uma caída devido a panelas e grupinhos que dominaram e acabaram com tudo, e hoje a cena esta se fortalecendo de novo.
Tem muita banda legal por aqui a fim de mostrar trabalho e está aparecendo cada vez mais bares e casas boas com uma estrutura legal.  Coisa que antes era mais difícil, só com união isso vai mudar.

Willi: O mundo está passando por mudanças, hoje vemos mais oportunidades que anos atrás, para nos mesmos que não somos dos anos 80. A diversidade está boa de certo modo. Voltamos agora em 2012 e estamos tendo muitas e boas oportunidades de divulgar nosso trabalho.

NHZ: A banda já está trabalhando em material inédito? O que podemos esperar das músicas novas quanto ao direcionamento musical?
Daniel: Sim!  Já temos muita coisa escrita e agora passando os shows que estão marcados, vamos nos dedicar a elas. O som vai ser bem a cara da banda: simples e direto.  Punk rock com pitadas de Surf Music, sem frescuras.  

Willi: Sim, estamos trabalhando em novidades, aproveitando os novos integrantes, para dar um charme novo a banda. Em breve teremos novidades.

NHZ: Infelizmente, o ato de fazer algo voltado ao Rock, seja com uma banda, ou montando um fanzine está deixando de ser algo voltado prazeroso, fazendo para ganhar dinheiro ou direcionado por modismos. O que pensam desse suposto “profissionalismo” de hoje?
Daniel: Esse “profissionalismo” é o que me estressa e foi um dos grandes motivos pra voltar com a banda. Hoje o cara monta banda pra pegar as menininhas e ganhar uma grana. Eu sempre toquei, sempre fiz musica por amor, pra falar o que eu penso, se vão gostar ou não é conseqüência, mas tudo é verdadeiro e não é motivado por modinhas e dinheiro.

Willi The Billy: O Bastardos passa longe de modinhas, fazemos o que gostamos e divulgamos para quem gostar, não mudamos nossa cara ou rótulo para aguardar ninguém .

NHZ: Para encerrar, vou citar algumas bandas clássicas de Punk Rock e queria a opinião de vocês a elas:
Ramones

Daniel: Uma das minhas 3 bandas favoritas! Não sei o que seria do Rock n Roll sem a simplicidade deles !!!

Willi The Billy: Simplicidade que já inspirou muitos de nossos trabalhos.

The Clash

Daniel - Outra grande banda! Das inglesas é a minha favorita! Cresci ouvindo Clash... faz parte da minha vida!

Willi The Billy – Conseguiu manter as raízes, e se manter por décadas em uma época difícil. Serve de inspiração em tudo o que se refere a música.

Misfits

Daniel: Mais uma das 3. Não tenho nem palavras (risos)! Sou viciado em Misfits e a banda  é uma das grandes influencias do Bastardos (risos)! Só pra constar: a outra das 3 é o Toy Dolls!

Willi: Para o Bastardos são ícones! Para ser sincero, já até fomos cover deles (em outros séculos - risos).

Blind Pigs

Daniel: Puta Banda! Grande referencia quando se fala em Punk nacional, Conformismo e Resistência foda!

Willi: O Daniel afirmou bem, uma grande referencia, às vezes não tão conhecidos por muitos, mas deixou sua marca!

Garotos Podres

Bastardos - Divulgação
Daniel: Se tratando de Punk Nacional, ao lado dos Inocentes é sem duvida nenhuma minha banda preferida eu cresci ouvindo Anarquia, Papai Noel, Eu não gosto do governo, Subúrbio Operário, Garoto Podre.... foda !!!

Willi The Billy: Os caras são vizinhos nossos, fazem o que gostam, levaram a vida sempre assim. Parece uma banda que conheço!?
Viva o Garotos!

NHZ: Obrigado pela entrevista! O espaço é de vocês!
Daniel - Eu gostaria muito de aproveitar esse espaço e agradecer demais o pessoal que esta cada vez, mas comparecendo nos shows e cada vez mais apoiando e curtindo nosso trabalho.

Apóiem sempre, não só a gente, mas todas as bandas verdadeiras, só com o apoio de vocês vamos levantar a cena de novo e acabar com essa frescura que a gente vê hoje por ai... Tem muita banda legal a fim de mostrar o trabalho então apóiem, e claro agradecer você João pelo espaço, e pela força!
Valeu!!!

Willi: Gostaria de agradecer ao João Messias, pela oportunidade, estamos felizes de retornar e ter um espaço bacana para conceder uma entrevista!

A todos que curtem ou que um dia curtirão o BASTARDOS, saibam que estaremos aqui e até o fim vamos lutar para mudar a cara do Rock Nacional!

Obrigado!



Um comentário:

Kécia Schiavinato Borelli disse...

Banda extremamente Fodaaaa!!!!!