22 de março de 2012

MARK FARNER: VITALIDADE ROCK AND ROLL

Por João Messias THE ROCKER


Uma das melhores coisas que acontecem na nossa vida é sermos surpreendidos positivamente!

Mark Farner e banda
Foto: João Messias THE ROCKER
A vinda do eterno guitarrista, vocalista do Grand Funk Railroad Mark Farner pode ser considerada um desses acontecimentos, pois pensem comigo: Ele, um senhor com mais de 60 anos, com uma carreira consolidada e com músicas imortalizadas na enciclopédia do Rock And Roll poderia uma hora dessas estar sentado num sofá contando suas histórias para seus filhos e netos, mas Mark está na estrada até hoje mostrando a nós mais novos como se faz Rock And Roll de qualidade!

09/03/2012 – A Coletiva

E um dia antes do show, houve uma coletiva com o músico no Braston Hotel em São Paulo, e lá Mark já se mostrava uma pessoa diferenciada, pois sempre muito atencioso com todos os entrevistados, não fugindo das perguntas e mostrando segurança e desenvoltura que os anos de estrada podem proporcionar!

Dentre algumas perguntas, o músico respondeu sobre a relação com o primeiro empresário Terry Knight, onde o mesmo disse que antes da morte de Terry, eles haviam se falado por telefone e selaram as pazes.

Outros pontos abordados foram sobre a atual formação do Grand Funk, ele disse que não está interessado no que a banda faz hoje e que não acha justo a eles estarem usando o nome Grand Funk Railroad, e que é amigo do atual guitarrista da banda, Bruce Kullick [ex-Kiss].

E para encerrar, ele disse uma coisa que serve de lição para muitos que pensam apenas no dinheiro e prestígio: ele toca hoje porque ele gosta do que faz, o que pudemos presenciar em sua apresentação.

Um grande aquecimento para o dia seguinte!

Mark Farner e Banda
Foto: João Messias THE ROCKER
10/03/2012 – A apresentação

Chegando por volta das 20:30 [a apresentação teve início ás 22:00], não havia muita gente na casa, e não houve banda de abertura, e sim o DJ Índio executando sons dos anos 60 e 70, fazendo a alegria de muitos senhores que estavam por lá.

Só que chegou uma hora que todos queriam ver e ouvir Mark Farner e suas canções, aí  pontualmente ás 22 horas, o guitarrista/vocalista foi para a frente do palco [já com a casa quase lotada] e deu início a apresentação com Are You Ready, nos surpreendendo com a força e energia da canção!

Mark estava acompanhado de uma grande banda composta pelo baixista Lawrence Buckner, o baterista The H. Bomb Crawford e pelo tecladista/vocalista Karl Propst [que entrou algumas músicas depois], onde mostraram coesão, groove e peso, de forma homogênea. E após Rock And Roll Soul e Footstompin’ Music, veio o primeiro grande hit, We’re American Band, onde Karl dividiu as vozes com Mark e se mostrou um excelente vocalista fazendo a alegria de todo o público presente, que apesar dos muitos senhores, foi composto por muitos jovens, coisas que só vemos no Rock And Roll.

E não parou por aí, pois Mark Farner sempre comunicativo, pulando, dançando e rebolando foi um atrativo a mais nesta apresentação. Esbanjando tanta energia, seria ele é um dos senhores do filme Cocoon?. Creio que sim!

Mandou ainda Shinnin’ On e a bela Sin’s Good Man’s Brother, onde a emoção foi tanta que foi difícil separar o Jornalista do fã, pois todos os presentes viram que Mark canta com gosto, alma e prazer, e isso era visível e acabava contagiando a todos!

Mark Farner
Foto: João Messias THE ROCKER
E não acabou não gente, Mark transformou o Via Marquês numa verdadeira pista de dança ao executar Locomotion [que é um cover da cantora Little Eva], onde todos mergulharam na melodia e ritmo contagiante da canção. Para reativar as energias a banda mandou Some Kind Of Wonderful e Heartbreaker, que cujo final foi transformado num Hard pesado e vigoroso. E assim encerrou a primeira parte do show!

Mark e sua trupe retornaram com o cover do Animals, Inside Looking Out e encerrou de forma sábia a apresentação com I’m Your Capitain, onde fomos tranportados aos templos do gospel americano [aquele feito pelos negros], onde Mark executando a canção escolheu essa forma de nos dar boa noite e irmos em paz para casa! Uma apresentação maravilhosa sem dúvida!

Não vou ver os Beatles e nem o Led Zeppelin, talvez veja o Kiss e os Rolling Stones, mas ter visto Mark Farner e sua banda me fez sentir o cara mais feliz por ter visto um dos senhores do Rock And Roll em plena forma e me fez me sentir firme para caminhar nesta por décadas e décadas. Obrigado Mark Farner!

Nenhum comentário: