8 de dezembro de 2015

BRUTAL, REFINADO E CANDIDATO A MELHORES DO ANO

"Seasons of Red", novo trabalho do Chaos Synopsis surpreende por apresentar contornos mais trabalhados e inusitados

Por João Messias Jr.

Seasons of Red
Divulgação
Quando uma banda prepara o terceiro trabalho, é normal que cresçam as expectativas, principalmente aos fãs que sabem que é este que mostra se a banda tem gás para uma carreira longínqua ou começa a apontar que o fim da linha está chegando.

No caso do Chaos Synopsis, o lançamento de seu terceiro álbum de estúdio, Seasons of Red mostra que o quarteto hoje formado por Jairo Vaz (voz e baixo), JP (guitarra), Luiz Ferrari (guitarra) e Friggi Mad Beats (bateria) mostra que tem muito a mostrar. Principalmente pelas sutis mudanças adotadas aqui. 

Para o fã que começa a ler a resenha já adianto que os caras não adotaram passagens a lá como Korn e Pink Floyd, apenas alguns diferenciais que o torna (bem) superior ao trabalho anterior, o ótimo Art of Killing.

Diferenças que ouvimos logo de cara na primeira faixa, Burn Like Hell, graças aos seus climas flamencos/orientais (alguns lembrarão de Spanish Blood do Leviaethan) , que a deixa marcante e nos faz querer saber o que vem pela frente. As guitarras de JP e Luiz Ferrari se sobressaem em The Scourge of God e Brave New Gold, com melodias que esbarram no metal tradicional. Claro que aquela banda brutal e fanfarrona mostra que não esqueceu suas origens. Incident 228 é um desses casos, apesar das sutis diferenças no vocal de Jairo, o que aqui é positivo.

Four Corners of the World encerra em grande estilo. O começo com guitarras trabalhadas logo deixa a cena, alternando climas brutais e outros voltados ao rock and roll puro e simples. Ainda falando dessa faixa, ela conta com a participação do guitarrista Ítalo Junqueira, que chegou a fazer alguns shows com o grupo.

O conjunto da obra está sacramentado em uma bela embalagem em slipcase, capa assinada por Rafael Tavares e uma boa gravação, que contou com a produção de Friggi e masterização no Abosolute Master. Pontos que unidos farão que o nome do grupo cresça cada vez mais. Cujo primeiro passo será vê-lo (com todo mérito) nas listas de melhores do ano.

Nenhum comentário: