30 de julho de 2013

REVIERE: A COLISÃO DE DOIS MUNDOS

“Quinteto paulista mostra como fazer um som pesado, acessível e assim unir fãs de várias vertentes do rock”

Por João Messias Jr.

Matilha
Divulgação
Apesar de há um bom tempo as pessoas (maioria) terem dito "sim" para as bandas que cantam em português, infelizmente muitos grupos ainda teimam em errar a mão, soando grosseiro ou soft. Mas o quinteto do ABC paulista, Reviere, não apenas mostra a forma correta de se fazer a coisa, como tem tudo para ser uma referência para os fãs de rock e metal, o que pode ser conferido em seu primeiro registro, o EP  Matilha.

Como? Muito simples de explicar! O quinteto formado por Paulo Bertelli (voz), Rangel Fernandes e Marcus Vinícius (guitarras), Marcelo Henrique (baixo) e Rudá Costa (bateria) não buscou por soluções astronômicas e complexas, apenas tocar com tesão e entusiasmo, privilegiando a qualidade dos riffs, com uma condução segura da cozinha, em especial a bateria e vocais que são agressivos e melódicos na medida certa, fugindo da choradeira.

A banda passeia por diversos estilos como o hardcore, hard, pop e metalcore, mas no fim, os caras mostram que som bom não precisa de rótulos, é rock e ponto. 

Agora vamos falar um pouco das canções. Atmosfera é lenta e de letra interessante e que nos leva a reflexão sobre as nossas escolhas. Matilha é aquele som que possui o dom de levantar até os deprimidos pelo trabalho, além de uma condução segura do baterista Rudá. Munição tem uma linha mais pesada e lenta, marcada por riffs swingados, cujo final ganha uma linha perfeita para ser cantada nos shows.

A próxima, 6 gramas começa gritada, mas com o passar dos temos ganha força e possui como atrativo a proeza de se falar de forma direta sobre as drogas sem soar careta ou panfletário.

Recomeçar encerra com chave de ouro o trabalho, que possui um acabamento caprichado em forma de envelope com as letras, encarte, CD prensado. Atitudes de quem quer chegar longe e já faz por merecer.

Não há mais o que ser dito. Conheçam, descolem o trabalho e curtam!

Nenhum comentário: