25 de abril de 2016

UM DISCO QUE TODO FÃ DE MÚSICA DEVE OUVIR

Marcio Sanches mostra em seu disco solo o quão interessante pode ser um trabalho instrumental

Por João Messias Jr.

Marcio Sanches
Divulgação
Uma das vantagens de ter o material físico para resenhar, é que ele te permite uma proximidade maior com todos os detalhes da concepção do mesmo. Um deles, que no primeiro momento pode soar arrogante é o o depoimento do jornalista Henrique Inglez de Souza, que fala do sentimento que emana deste CD do guitarrista Marcio Sanches, onde dentre outras coisas (num texto curto e completo por sinal) fala  que o trabalho deste músico é repleto de alma e uma performance "viva".

E passadas algumas audições...quem somos nós para discordar? Marcio tem um bom tempo de estrada, é professor e tocou/toca com músicos como Andreas Kisser (Sepultura), Jeff Scott Soto (S.O.T.O.), entre muitos outros, além de recentemente ter sido integrado a banda solo do baixista/vocalista Bruno Sutter (mais conhecido como Detonator).

Mas vamos deixar de papo e vamos ao que interessa: o CD. Dono de um competente trabalho de produção (limpo e sem os artificialismos de hoje), é recheado de músicas digamos, inspiradoras. Sim, aquelas canções, que embora não tenham esse fim, acaba nos motivando a buscar o nosso melhor. 

The Great Beggining funciona como uma "apresentação" do trabalho, mostrando as habilidades do músico. Mas o disco começa de verdade na seguinte, The Great Beggining. Pesada, com bases que vão do hard ao heavy, nos faz crer que a música instrumental merece ser ouvida por mais pessoas.

Emotion, como o nome sugere, é uma balada recheada de positividade e nos remete as coisas mais épicas e melódicas que o Queen fez. Carnaval mescla de forma homogênea hard rock com alguns ritmos da nossa terra. Radio Feedback destaca o trampo do baixo de Sandro Lunna. Já Roots é dona de um pique mais festivo com algumas fritações bem vindas. The Feelin e Brothers I são mais intimistas e nos preparam para o final do trabalho, com No Words (Only Sounds of the Heart).

Faixa que nos dá a sensação de limpeza, por "extrair" tudo que é ruim que tem na gente, nos fazendo mais leves e motivados. 

Quer saber mais do que? Se for fã de música instrumental, procure conhecer!

Nenhum comentário: