21 de janeiro de 2008

INTERVIEW - CASSIO ANTESTOR


Pelo nome, poucas pessoas podem saber quem é, mas ele é a voz que responde pela EXTREME BRUTAL DEATH, uma revista que divulga o melhor do METAL EXTREMO CRISTÃO, e que é distribuída em várias partes do mundo.
Confira a entrevista que fiz com o Cássio, onde fala da revista e muito mais:

NEW HORIZONS ZINE: Antes de você começar a EXTREME BRUTAL DEATH, você editava um zine de quadrinhos com o personagem SILVER PUNK, o que levou a encerrar as atividades do zine e começar a EXTREME?
Cássio Antestor:
Sinceramente era um passatempo, pois gostava e gosto de desenhar. Era um zine para o Underground geral e não apenas metal. Penso em voltar a desenhar quadrinhos um dia, mas com uma direção mais metal.

NHZ: Qual a origem do nome EXTREME BRUTAL DEATH?
Cássio:
Começou em Deus, eu penso! Estava trabalhando em uma gráfica como design e de repente veio em minha mente este nome como uma tremenda convicção. No mesmo dia, trabalhei no logo e as coisas começaram a acontecer. O nome (em português: Morte Brutal e Extrema) se trata da morte e ressurreição de Jesus Cristo para a redenção para os que se arrependem.

NHZ: Conte-me como está à divulgação da revista e onde ela está sendo distribuída e como os seculares (não-cristãos) acham da proposta.
Cássio:
O EXTREME BRUTAL DEATH tomou proporções sérias e caóticas. Jamais pensei que o zine poderia sair da xerox e ir pra gráfica. Ele está indo para vários países da América do Sul, todos os cantos obscuros do Brasil, também em Portugal e vários pontos da Europa e Estados Unidos (mesmo sendo em português). Na cena secular, as reações são diversas. Muitos adquirem o EXTREME por gostar da apresentação, acabamento e muitas informações. Outros ficam confusos enquanto que o restante demonstra ódio e desprezo.

NHZ: Além da revista, você também possui o selo EXTREME RECORDS, que já lançou entre outras bandas CLEMENCY, BERITH e NECROMANICIDER, quais serão os próximos lançamentos do selo?
Cássio:
Temos a meta de lançar o segundo álbum do DIVINE SYMPHONY, NEVERSATAN e outras bandas do exterior a confirmar.

NHZ: Como você enxerga a cena do METAL EXTREMO CRISTÃO hoje em dia e que bandas destacaria?
Cássio:
Eu vejo com preocupação. Não posso falar que é o caso de todas as bandas extremas cristãs, mas em grande parte, os membros acabam se deixando levar pelo radicalismo, se isolam, tornam-se rebeldes e deprezam a cobertura que tiveram em suas Igrejas e Congregações. E isso torna-se muito perigoso. A imagem do Metal Extremo se contrasta com os pilares da Igreja como família, comunhão com outras tribus, misericórdia, amor e tolerânica. Muitos querem apenas ouvir, curtir metal, falar de bandas e nada de compromisso com o Evangelho, leitura da palavra, pregação etc. Isso verdadeiramente é preocupante. Graças a Deus, ainda existe verdadeiros profetas que estão no meio, mesmo que poucos. Gosto de grupos como BRUTAL SACRIFICE, CRIMSON THORN, ANTESTOR, DESERTOR, ANTIDEMON entre outros.

NHZ: Além da revista e do selo, você também é músico e tocava na banda NEVERSATAN, que chegou a se apresentar na extinta ZADOQUE (antiga Igreja localizada no centro de São Paulo que tinha como maioria do público músicos cristãos headbangers e que hoje se chama CRASH CHURCH), a banda ainda existe? Tem algum outro projeto musical?
Cássio:
Nem eu mesmo sei dizer o que poderá ser do NEVERSATAN. Eu e o Daniel tivemos um grande tempo juntos. Mas atualmente ele está com outras prioridades tanto na família como na Igreja. Ele é um homem de Deus e o Senhor tem usado muito a vida dele. A última coisa que fizemos foi a gravação do álbum. Mas sinceramente só Deus sabe o que poderá ser da banda no futuro. Como diz Vrede do ANTESTOR: "suas suposições são melhores que as minhas".

NHZ: Diga quais suas influências como músico e editor.
Cássio:
Na música, gosto de bandas desafiadoras que se apoiaram em um ideal e não em dinheiro. Respeito e gosto de grupos como MORTIFICATION antigo, ANTESTOR, BARREN CROSS, SAINT entre outras. Sobre revista, quando não era cristão, eu apreciava muito os zines sobre metal e também a revista Chiclete com Banana do cartunista Angeli.

NHZ: Passarei alguns tópicos e queria sua opinião sobre eles:
BANDA CRISTÃ TOCANDO COVER SECULAR
- A Bíblia diz: "tudo me é lícito, mas nem tudo convém"
IGREJA NA MÍDIA - Eu desconfio de haver as duas intenções: programas apeladores que buscam dinheiro e programas organizados por Cristãos realmente preocupados com esta nação muito doente. Porém não quero julgar ou dar nomes, pois não conhecemos os corações das pessoas, mas é bom usar o bom senso e sabedoria. "Não julgueis para não seres julgados".
MENSAGEM DIRETA OU SUBLIMINAR - Desde que as bandas vivam o que falam, entendo que devemos respeitar, pois pelo menos acreditam em alguma coisa. O duro é ver bandas falar de Satanismo, contribuir para que muitos jovens se afundem no Ocultismo e drogas, enquanto eles ficam na boa ganhando dinheiro com o satanismo de marketing. O mesmo também para bandas cristãs.
STEVE ROWE (BAIXISTA/VOCALISTA DO MORTIFICATION) - Um exemplo brutal de fé, serenidade e convicção. O cara não deixa trincar sua fé nem mesmo na dimensão obscura da enfermidade. Ele precisa de nossas orações.

NHZ: Muito obrigado Cássio! O espaço é seu!
Cássio:
Estamos vivendo tempos de extrema brutalidade! O mundo está mergulhando no caos da angústia gradativamente. As pessoas são como almas perturbadas e desorientadas buscando a verdade da plenitude em lugares errados como promiscuidade, drogas, violência, adultérios, hedonismo, mentiras e orgulho. Se o caro leitor se encontra nestas circunstancias, aconselho a se acalmar e pensar naquele que veio ao mundo trazer boas notícias sobre a vida e a morte, Jesus o filho de Deus. Leia o Evangelho de Cristo, busque conhecê-lo e mostre que você tem personalidade e convicção em um mundo onde as pessoas se deixam levar pelas opiniões da maioria; uma maioria que se afunda no caos ignorância e imprudência.
www.extremerecords.org
extreme@triang.com.br


ENTREVISTA: JOÃO MESSIAS
FOTO: DIVULGAÇÃO

Nenhum comentário: