21 de janeiro de 2008

OLD AND NEW SONGS...


LAST PAIN – LAST PAIN
HIGHLIGHT – NAC (2005)

Dá muito orgulho vasculhar o UNDERGROUND, pois aonde vamos, encontramos bandas de enorme potencial.
E esse quinteto não utiliza nenhuma fórmula revolucionária, apenas o bom ROCK AND ROLL!
Misturando HARD/PUNK/ROCK temos músicas agitadas e cheias de adrenalina onde os maiores destaques são as músicas Taste of Decadence, Goin’ Down, Drama Queen, Everybody Needs Somebody (to hate) e Blame Me, além dos guitarristas Edu Alves e Fábio Lesiv, que são muito criativos nas seis cordas.
Uma banda que pode abranger fãs de várias tribos, desde fãs de MOTORHEAD, FORGOTTEN BOYS e MOTLEY CRUE (fase Vince Neil), mas que infelizmente não obtive mais notícias, pois o site está fora do ar, e nem no site da gravadora há informações recentes!
Vale o investimento!



HARD ROCKET – EXPLOSIVE BAND INSIDE
TRINITY DC - NAC (2005)


Muitas bandas já mesclaram o HARD ROCK com o INDUSTRIAL com resultados diversos, excelentes (MICHAEL SWEET, ALICE COOPER), bons (DEF LEPPARD), péssimos (MOTLEY CRÜE, SCORPIONS), e esse quarteto entra para o primeiro time.
Escutando o CD você até estranha ser um grupo brasileiro, pois a precisão em forjar temas com a modernidade do INDUSTRIAL e a malícia do HARD é impressionante!
E isso se deve principalmente ao vocalista Theo Vieira (também OUTLOVE e SUNSETH MIDNIGHT) com seu timbre bem Joe Eliott consegue prender o ouvinte em músicas como Time Like This (que vem com um excelente clip multimídia, onde tem como estrelas a “tudo de bom” modelo Valéria Zopello), o apresentador do STAY HEAVY Vinícius Neves, além da própria banda, Give Up, Broken, Swallow (que lembra o CANDLEBOX) e o hit Hero, que lembra aqueles HARD/POP 80’S.
É uma banda que eu indico para novos e velhos fãs de HARD ROCK!



SILENT – THE BRIGHT SIDE
FRONTLINE – NAC (2002)


Fãs de JOURNEY, EXTREME e JADED HEART, essa é para vocês, AOR made in Brazil!
Apesar de desconhecido para muita gente, esse quarteto possuía em seu currículo duas trilhas em novelas globais e esse álbum mostra toda a competência num som simples, bem elaborado e muito gostoso de ouvir!
Sempre as bandas enfrentam problemas com vocalistas e o SILENT se dava ao luxo de possui dois (ambos excelentes) que davam um show em faixar como Dreamer, Love Is, Lovers, Empty Land, Joy of Livin’ e as trilhas Bitter Tear e I Found Faith.
Uma pena que os dois vocalistas (que também respondiam pela guitarra e baixo) deixaram a banda que logo foi sumindo, sumindo até encerrarem as atividades!


VIPER – ALL MY LIFE
ELDORADO –NAC (2007)



Após o album Tem pra Todo Mundo (1996), onde a banda fez um som bem mais leve, causando a ira de alguns fãs a banda deu uma pausa nas atividades e onze anos depois lança um novo trabalho que com certeza recuperará os fãs antigos e conquistará novos!
Contando com dois guitarristas muito criativos que não fazem malabarismos, um vocalista excelente e composições inspiradas, All My Life começa bem com a faixa título, Come On Come On (cujos riffs lembram o álbum EVOLUTION), as contagiantes Rising Sun e Dreamer (bem maideniana), a moderna Cross the Line, as baladas Love Is All (participação de André Matos) e Violet (com um solo de Yves Passarell) e o maior destaque que é Not That Easy, uma daquelas músicas que começam despretensiosas e acabam detonando com um refrão que cativa!
E All My Life mostra que apesar do deslize do disco anterior, a banda ainda tem muita lenha para queimar!
Parabéns VIPER!


TEMPESTT – BRING’EM ON
DYNAMO – NAC (2007)


Quando nos deparamos com álbuns tão “redondinhos” como este aqui, fica difícil dizer algo, mas vamos lá!
Começando da capa, que já figura entre uma das melhores do ano, que foge do padrão usando uma forte expressão, e vem acompanhada de um belíssimo encarte e uma produção fabulosa.
Musicalmente o HARD/PROG empolga logo de cara, pois a banda é bem pesada e variada, com destaque para o vocalista BJ e o guitarrista Léo Mancini(que não está mais na banda) uma das maiores revelações do Brasil ao lado de Hugo Mariutti (ANDRE MATOS, HENCEFORTH) que inclusive participa do álbum na faixa título.
Ta esperando o que cara! Compre e pire em sons como Insanity Desire (com participação de Jeff Scott Soto e essa música está numa coletânea da gravadora européia MTM), Enemy In You, Fallen Moon, a balada pesada Too High e a instrumental Redoma!
Não espere eu terminar essa resenha para adquirir o seu, pois os caras já conquistaram a América do Sul e por esses dias estarão fazendo uma tour na Europa.
Fabuloso!


RESENHAS: JOÃO MESSIAS

Um comentário:

vivihits disse...

EU ADOROOOOOOOOOOO TOO HIGH!!!!
Esta foi a musica que conheci so quando comprei o cd e ME APAIXONEI!
Simplismente FABULOSOS !!!!
Simplismente FANTASTICOS !!!!
SIMPLISMENTE TEMPESTT !!!!
Vamos agora mostrar para os Gringos o que é Rock Brazuca DE VERDADE!!!!!!

Beijus
Viv´s