4 de maio de 2015

NUESTRO ODIO: A PODRIDÃO BRASILEIRA CONTADA DE FORMA CRIATIVA

Banda agrega elementos inusitados em meio ao hardcore/metal no debut Terra de Santa Cruz

Por João Messias Jr.

Terra de Santa Cruz
Divulgação
Sabemos que a criatividade é a base para tudo, inclusive na música. Pois hoje já se falou em quase todos os temas possíveis nas mais variados estilos. Imagine falar da situação do nosso querido, amado e odiado Brasil sem soar clichê ou resmungão. Os caras do Nuestro Odio conseguiram exito na sua mistura de hardcore/metal, letras de protesto sem soar panfletário no debut Terra de Santa Cruz, lançado em 2014. 

Leonardo Ronqui (voz), Denis Alvim (guitarra), Tiago Rocha (baixo) e Leandro Oliveira (bateria) não reinventaram a roda, mas começam o disco assustando o ouvinte logo na abertura do disco. A faixa título,  é um samba das antigas que deixará os trues com a pulga atrás da orelha, que vale por quebrar certas regras. Mas  a partir de Desordem e Caos temos músicas pesadas, cadenciadas e ao mesmo tempo brutais, que entortam o pescoço e agrada os fãs de bandas como Pantera, Slayer, Sick of It All e Hatebreed. Seja nos grooves pesados de Sagaz, na pesadíssima Sangue no Olho e na variada Alma Corrompida, conhecida pelo vídeo que rola em redes como Youtube.

Outro destaque fica por conta dos devastadores riffs thrash de Por Um Deus, que ainda recebe linhas de guitarra não usuais. Narrações de políticos, personalidades da midia e televangelistas são outro atrativo do trabalho, que vem numa embalagem simples, em formato de envelope, com todas as informações necessárias, mostrando que a criatividade não ficou restrita as canções.

Fãs de porradaria, o Nuestro Odio é pra vocês!

Nenhum comentário: