26 de março de 2014

WORST: “COM A VELOCIDADE DA INTERENET, PRECISAMOS DE MAIS CONTEÚDO E SER MAIS ÁGIL QUE NO PASSADO”

Assim se define o Worst. Com três anos de estrada, dois discos, vários vídeos e centenas de shows, o quarteto paulista é um exemplo de que se trabalhar muito e com direção, as coisas prosperam. Thiago Monstrinho (voz), Douglas Melchiades (guitarra), Ricardo Brigas (baixo) e Fernando Schaefer (bateria) lançaram recentemente seu segundo álbum, que recebe o título de Cada Vez Pior. Com um ritmo mais visceral que o do debut, Te Desejo Todo Mal do Mundo, o quarteto apresenta em sons como Só Depende de Você e Pesadelo músicas para serem cantadas/berradas por gerações.

Nesta entrevista feita com o baterista Fernando Schaefer, o músico fala do ritmo intenso das atividades, shows, manifestações e de forma rápida sobre um famoso ator austríaco que fez muito sucesso na TV por meio de filmes como Conan e Comando Para Matar.

Por João Messias Jr.
Fotos: Divulgação e Ricardo Brigas

Cada Vez Pior
Divulgação
NEW HORIZONS ZINE: Continuando o ritmo intenso de atividades, vocês lançaram recentemente seu segundo álbum, Cada Vez Pior, que é o segundo trabalho em três anos de atividade. Como é criar canções num período tão rápido e que as mesmas tenham qualidade?
Fernando Schaefer: Nunca paramos de compor! Já começamos a compor o terceiro!
O processo é bem natural. Acho que por termos dois bateristas na banda, eu e o Monstrinho, facilita o entendimento e “aproxima” as composições!

NHZ: Assim como o anterior, Te Desejo Todo o Mal do Mundo, vocês mantiveram a parceria com a Against. Vocês chegaram a procurar algum outro selo para lançarem o material?
Fernando: Não! A Against mais do que um selo, gravadora, é nossa família!
Acreditamos 100% na Against e pretendemos continuar assim!

NHZ: Assim como o CD, vocês investem em vídeos. Mal o novo trabalho saiu e possiu clipes oficiais para Sem Dó e Acreditar. Como é investir nessas mídias e que tipo de retorno elas proporcionam para a banda, além dos views?
Fernando: Temos uma parceria forte com a Fuerza Films. Acredito que hoje com a velocidade da internet, precisamos de muito mais conteúdo e ser muito mais ágil do que no passado. Sentimos ao vivo que sempre as musicas dos clipes sobressaem ás outras.

Worst
Divulgação
NHZ: Agora vamos falar de forma um pouco mais detalhada do trabalho. Uma das letras que chama a atenção é Só Depende de Você, que fala das pessoas lutarem para mudar a situação do país. Justamente que em todos os cantos do país estão acontecendo os mais variados tipos de manifestações, seja por melhores condições de trabalho ou contra eventos como a Copa do Mundo. O que acham dessas manifestações e acham que a longo prazo teremos alguma mudança graças a essas ações?
Fernando: Essa música fala mais de mudança de vida. A música Pesadelo que fala mais sobre isso. Acho válido, apoio as manifestações. Só que diferente do que a mídia em geral passa, acredito que mudança mesmo só começará a acontecer com terrorismo. Infelizmente.

NHZ: A canção Honra Dilacerada tem um início interessante, com um trecho do filme Comando Para Matar, que combina perfeitamente com a letra, que fala de uma espécie de justiceiro, que vai contra tudo e todos que vão contra seu objetivo. Como surgiu a ideia de usar essa parte da película?
Fernando: Cara sou fã do Schwarzenegger!!!!
Amo esse filme e sempre tive aquela cena na cabeça! Achei que casava com a música e resolvi colocar! Achei que ficou ótimo!

NHZ: Musicalmente músicas como a já citada Só Depende de Você, Acreditar e Nunca Fez Nada possuem uma energia boa, levada para cantar junto, além dos riffs inspirados e batidas variadas de bateria. Essas canções já figuram nas apresentações ao vivo?
Fernando: Já estamos fazendo shows do Cada Vez Pior.  Agora no começo ainda dividimos o set entre o primeiro (Te Desejo Todo Mal do Mundo) e esse, mas com o tempo, do debut só tocaremos os "hits" e daremos ênfase no CVP.

NHZ: Falando em apresentações, a banda irá se apresentou no dia 16 em Santo André. O que acharam do show e da reação do público a massa sonora do Worst?
Fernando: Os shows tem sido incríveis!!!!
O fato de cantarmos em português aproxima muito o público que se identifica e canta junto todas as musicas.

João Messias e Fernando Schaefer
Ricardo Brigas
NHZ: Para encerrar, vou entrar na seguinte questão. Para uma banda ter lucro ou pelo menos empatar os investimentos, ela tem de se apresentar e no mínimo ter um bom show. Como a banda é conhecida pelos shows intensos e agressivos, conseguem ter um bom retorno do público neste aspecto?
Fernando: Nunca um investimento na banda NÃO teve retorno. Sempre conseguimos tirar dos shows. Estamos conseguindo investir e ganhar! Tudo na sua devida proporção, sem devaneios de caches impagáveis e estrutura de rock star!


NHZ:  Obrigado pela entrevista. Deixem uma mensagem aos leitores desta publicação!
Fernando: Obrigado a todos que gostam, amam, tatuam o WORST!!!! Aos haters, que são muitos, quanto mais vocês nos odiarem, mais cresceremos!
Valeu!

Nenhum comentário: