7 de janeiro de 2014

DYSNOMIA: COLOCANDO BANDAS CONSAGRADAS NO BOLSO

As Chaos Descends, novo trabalho do quarteto de São Carlos, impressiona pela precisão e desenvoltura dos arranjos

Por João Messias Jr.

As Chaos Descends
Divulgação
Interessante como são as coisas né. Nem sempre bandas com vários discos lançados é sinônimo de qualidade e quando você descobre que aquele CD legal que está escutando é apenas o segundo trabalho da banda, mais interrogações entram na sua cabeça.

Pois bem, formado em 2007, em São Carlos e atualmente formado por João Jorge (voz e guitarra), Julio Cambi (guitarra), Denilson Sarvo (baixo) e Érik Robert (bateria), o quarteto fez (e faz) bonito em novo trampo, o EP As Chaos Descends, um primor de death/thrash, que vem no formato SMD, cuja aquisição fica mais em conta.

As três músicas do disquinho, chamam a atenção pelo trabalho das guitarras, que unem riffs brutais e melodias que esbarram no metal tradicional. A abertura com a faixa-título mostram vocais diferenciados, que ao invés do gutural, optam por uma voz mais para berrado/gritado e essa escolha funcionou muito bem aqui. Outro destaque é Casus Belli e ambas contam com a participação do vocalista da Abdicated, Paulo Baiás.

In Revolt é mais thrash e deve ser uma das faixas mais empolgantes ao vivo e solos quase hard rock. Mas os caras não concentraram os esforços apenas nas canções A qualidade está impecável. Produzido pela própria banda e masterizado por Heros Trench, o som “brilha” quando sai das caixas de som, além da capa, feita por Marcus Lorenzet (Art Spell).

Se “apenas” com uma demo e um EP, o quarteto demostrou todo esse poder, imagina com mais alguns anos de bagagens e os merecidos álbuns. O futuro é promissor!

Nenhum comentário: