14 de maio de 2014

SOUTH AMERICAN VOICE: OS GUERREIROS NÃO PERDERAM A PEGADA, TAMPOUCO A FÚRIA

Projeto reúne músicos de grupos renomados na cena hardcore como Ratos de Porão, Ação Direta, Paura e Sociedade Armada

Por João Messias Jr.

South American Voice
Divulgação
Interessante quando surgem bandas e projetos formados por músicos das antigas, como o S.A.V. (South America Voice), pois nesse caso o som remete o ouvinte para a música que consagrou a maioria dos envolvidos aqui: o hardcore. Capitaneado pelo guitarrista Zé Flavio (Vulcano, Psychic Possessor, Sociedade Armada e Safari Hamburgers), que gravou as músicas em 2003, reúne ícones da cena nacional como os vocalistas João Gordo (R.D.P.), Fernando (Sociedade Armada) e Fabio Prandini (Paura), o disco , que recebe o emblemático nome de Bem Vindo Ao Nosso Velho Mundo Novo, apresenta 13 faixas com fortes referências ao punk/hardcore dos anos 80, que de diferente possui apenas a qualidade da produção e gravação.

Os Donos do Poder, cantada por João Gordo, é um irresistível punk 77 com um refrão irresistível. Já Diário de Um Adolescente mostra uma extensão vocal diversificada de Fabio Prandini, assim como Exodo e Lutar, essa última mais cadenciada e pesada.

Paz e Amor, cantada por Gepeto (Ação Direta) é um dos pontos altos do trabalho, pois a canção recebe enxertos ska, o que deixou o que já era bom ainda melhor. Aiô Silver é mais hardcore e Ignorância no Olhar é a mais diferente do trabalho, com partes mais pesadas e cadenciadas, essa também a cargo de Gepeto nas vozes.

Bateu Levou, vociferada por Fernando,  é perfeita para os palcos e a faixa-título é um HC direto com um discurso interessante intercalado em meio a pancadaria. Mais Justiça Social encerra com chave de ouro o trabalho, esbanjando energia e contrastes interessantes de voz, tudo regado com um jeitão punk street.

Um disco que apesar dos destaques, é uniforme, honesto e que mostra perfeitamente como o punk/hardcore é, sem tendências e modismos.

Nenhum comentário: