16 de novembro de 2008

INTERVIEW : FERNANDO FERREIRA

Sempre procurando trazer o que de há de melhor no Underground, é com muito orgulho que trago a primeira entrevista do exterior, e o nosso entrevistado é o blogueiro de Portugal Fernando Ferreira, que neste bate-papo nos fala de seu interesse por zines, bandas de rock e de um projeto de certa forma ambicioso.
Confiram a entrevista:

New Horizons Zine: Quando e como começou seu interesse por fanzines?
Fernando Ferreira:
Penso que foi nos anos 80 quando estudava no liceu. Comecei a ter contacto com algumas bandas da minha escola e foram eles que me falaram sobre os fanzines. A partir desse dia, como sou muito curioso e gosto de música e queria conhecer novas bandas, os fanzines foram a melhor forma.

NHZ: Antes do Uzine Fanzine você chegou a fazer outros fanzines?
Fernando:
Nunca tive um fanzine criado por mim. Sempre participei com ilustração e alguns textos para outros fanzines. Assim era uma forma de adquirir mais fanzines para a minha fanzinoteca.

NHZ: Antigamente os fanzines tinham um gasto enorme com impressão, correio, riscos de extravio, entre outras coisas, com as facilidades da internet, podemos ter a opção de termos apenas uma página virtual, além da velocidade da informação ser muito maior. Em sua opinião, os fanzines impressos podem ter seu espaço num mundo cada vez mais digitalizado?
Fernando:
Claro que sim. Aliás penso mesmo que com este mundo altamente virtual os fanzines feitos à mão ou escritos à máquina estão a voltar e também a facilidade de impressão de um fanzine faz com que eles não desapareçam. Além disso, para mim os fanzines não-digitais têm muito mais valor, sinto que são publicações únicas. Por isso, os fanzines impressos nunca vão deixar de existir

NHZ: O seu trabalho possui publicações de diferentes estilos, desde fanzines voltados ao rock/metal á HQ’S. Os zines que você recebe são de acordo com o seu gosto musical ou você recebe muita coisa que não tem nada a ver?
Fernando:
Eu recebo fanzines de todos os estilos musicais, mesmo os estilos que eu não gosto eu guardo-os na minha coleção.

NHZ: Confesso que não conheço muita coisa de Portugal, a não ser bandas como Moonspell, WC Noise, Heavenwood e a revista Loud. Como é a cena rock em Portugal?
Fernando:
A cena rock em Portugal continua a crescer mas ainda assim é muito pequena. Existem algumas bandas com projeção lá fora como por exemplo os Moonspell que são a banda de metal mais conhecida em Portugal e com mais sucesso no estrangeiro. As editoras ainda têm medo de apostar em novas bandas, por isso temos cada vez mais bandas a fazerem edições de autor ou então a apostarem nas netlabels para divulgarem os seus trabalhos.

NHZ: Na sua página você deixa uma mensagem onde diz que quer recebem publicações de toda a parte do mundo. Como anda este projeto?
Fernando:
Este projeto surgiu como uma brincadeira e aposta com um amigo como eu durante um período de tempo não conseguiria juntar fanzines de diferentes países do mundo. O projeto atualmente tem andado um bocado parado, mas tempos a tempos sempre aparece um fanzine de um país que eu não tenho.

NHZ: Amigo, muito obrigado pela entrevista! Deixe uma mensagem aos leitores do NEW HORIZONS ZINE!
Fernando:
Eu é que tenho que agradecer a oportunidade que me deram para falar do UzineFanzine. Façam fanzines e divulguem a cultura fanzineira por esse mundo fora.

http://uzinefanzine.blogspot.com/

ENTREVISTA – JOÃO MESSIAS "THE ROCKER"

Nenhum comentário: