11 de novembro de 2013

UGANGA: CELEBRANDO UMA DÉCADA VITORIOSA

Quinteto mineiro comemora boa fase com o lançamento de seu novo trabalho, o álbum Eurocaos Ao Vivo

Por João Messias Jr.

Neste ano de 2013, fazem dez anos do lançamento do primeiro álbum dos
Eurocaos ao Vivo
Divulgação
mineiros do Uganga, Atitude Lotus. De lá para cá muita coisa 
mudou, desde a formação, que hoje conta com Manu Joker (voz), Christian Franco e Thiago Soraggi (guitarras), Raphael "Ras" Franco (baixo e voz) e Marco Henriques (bateria e voz) até o direcionamento, que embora mantenha as experimentações, o quinteto se caracterizou pelo thrash visceral, que possui um tempero crossover, que teve como ponto alto seu terceiro disco, Vol 3: Caos, Carma, Conceito, de 2007.

Comemorando a boa fase, a banda lança o CD Eurocaos Ao Vivo, que como o nome sugere se trata de um registro da primeira tour europeia e retrata com fidelidade o que é uma apresentação nos palcos. Não espere por overdubs e outros "fru-frus", o negócio aqui são cinco caras com sangue nos olhos quebrando tudo. 

Antes do massacre, a intro Kali Yuga prepara o terreno para Asas Negras, do já citado disco dos "3Cs", que por sinal foi a base do disquinho. É interessante citar a coesão das cordas, que sem malabarismos mandam riffs e graves que farão a alegria daqueles que curtem a fusão de thrash com HC. 

Só que os vocais de Manu que podemos considerar um diferencial, pois possuem identidade própria e soam como uma voz de comando, como na genial Meus Velhos Olhos de Enxergar o Mal e Sua Lei, Minha Lei (dedicada aos nossos homens da lei) e Fronteiras da Tolerância. Só que não para por ai, pois o trabalho tem dois bônus que agradarão em cheio aos diehards: Troops of Doom (Sepultura) e Nightmare (Sarcófago, banda da qual o vocalista fez parte).

Além do repertório ao vivo, temos outros atrativos, como os bonus tracks gravados aqui no Brasil, como os tributos ás bandas Stress (Não Desista) e Desespero (Pastel de Miolos), sintetizando bem as influências da banda, além da experimental Antwerpen Pub, que faz uma conexão com a primeira fase do grupo. Junto com essas canções temos uma porção multimídia com videos e músicas em MP3 e MP4. Ah! Não tirem o disco do aparelho após a última faixa!

Só que os caras não se preocuparam apenas em tocas, pois a embalagem do trabalho é muito bonita, com um slipcase, encarte com todas as informações, além de um livreto que é uma espécie de diário de bordo, que serve como um alerta para aqueles que pensar que uma banda em tour na Europa vive de glamour.

Quando eu disse teve, pois tem muito mais por vir, pois mal saiu Eurocaos, o grupo anunciou o novo trabalho, que já tem nome: Opressor!

Aguardamos ansiosos pela nova pedrada dos mineiros.

Nenhum comentário: