19 de fevereiro de 2015

OITOO: PRÓXIMO PASSO - MAINSTREAM

Finito, primeiro trabalho de duo paulistano investe numa mistura bem sacada de melodias grudentas, acessíveis e guitarras pesadas

Por João Messias Jr.

Finito
Divulgação
Para aqueles que pensam que o rock/metal em todos os segmentos está na UTI (ou morto), só tenho a dizer que isso é um terrível engano. O caos moderno ou mesmo a preguiça são alguns fatores que impedem os ditos fãs de música pesada garimparem por novos grupos, sejam eles extremos ou mais acessíveis, como é o caso do Oitoo. 

O duo paulista, que recentemente lançou o EP Finito, chama a atenção de cara por causa da  capa do trabalho, ora pelos tons de azul do fundo, ora pela mistura de dourado e vermelho, além do conteúdo lirico ser  voltado a superação e muita melancolia, mas que não contarei aqui (risos). Só que como capa não toca e letras não conquistam de cara, vocês devem estar pensando: Como será a música deles? 

O visual dark e misterioso da dupla formada por Condessa (voz) e Infinitum (guitarra) são a deixa para mistura do som, que soma a acessibilidade do pop e cordas pesadas com melodias bem sacadas, que fazem do trabalho uma ótima pedida pra você que está cansado de ouvir metal o dia todo.

A abertura com Não Vou Deixar o Tempo Passar (também primeiro vídeo) funciona como uma apresentação para o ouvinte, pois define bem a mescla de tendências. Alguém é pesada, grudenta e jeitão de hit. A dor, nova faixa de divulgação começa meio sombria e ganha passagens com duetos de guitarra e voz pra lá de empolgantes. 

Sonhos com seus momentos quase no metal tradicional é outro destaque, que só peca por acabar no auge. A balada Sentimentos mostra uma outra faceta do grupo, embora seja a menos legal do EP.

Vale citar o excelente trabalho de produção, mixagem e masterização que deixou tudo com muito peso e clareza, onde é possível ouvir tudo, mostrando a preocupação com o todo. Além  da voz da moça, que canta com a voz natural, transmitindo muita segurança, soando mais agressiva que muito cantor de metal.

Agora vamos esperar pelo primeiro álbum "full" do duo, que tem tudo para conquistar um espaço na cena mainstream, assim como os saudosos grupos Luxúria e Libra.

Nenhum comentário: