16 de outubro de 2009

INTERVIEW: ERRANA

"CONQUISTADORES"

Vindos de Americana, interior de São Paulo, essa é uma das bandas que mais despontam como candidatas ao topo do Underground!
Tendo como porta-voz a linda vocalista Winny Pazi, que contou ao New Horizons Zine sobre os planos futuros da banda, seus projetos, a abertura para o show dos alemães do Xandria, entre outras coisas!
Confiram a entrevista!

NEW HORIZONS ZINE: Winny, vamos começar a entrevista voltando um pouquinho no tempo, quando você apareceu na revista Rock Brigade, na seção Rock Girl. Como surgiu o contato e como foi a divulgação na época?
Winny Pazi:
Essa foi uma ótima pergunta, porque muita gente quer saber sobre isso e muita gente nem sabe sobre (risos).
Bom, aconteceu por acaso, eu estava passeando pelo Expomusic em 2007, e passei pelo estande da Rock Brigade, quando o Charley (Gima) que na época fazia essa seção me abordou com o convite, fiquei meia receosa no inicio (risos), mas topei porque vi que a proposta era realmente séria.
Pouco tempo depois, fiz as fotos, cerca de 90 fotos, e destas foram escolhidas apenas 4 que saíram na edição de dezembro de 2007.
Depois disso recebi uns 1500 e-mails de pessoas que compraram a revista e entraram em contato comigo pra elogiar as fotos, perguntar sobre a Errana e sobre o fato de eu ser professora, isso impressionou muita gente, uns diziam que eu era muito jovem, outros que eu era muito bonita e outras não entendiam como uma professora podia ser líder de banda de metal... (risos).
Com muitos (as) mantenho contato até hoje.

NHZ: Normalmente bandas que possuem mulheres em sua formação sempre tendem a chamar a atenção para elas. Como os homens da banda lidam com esta situação?
Winny:
Bom, nos nunca tivemos problemas em relação a isso. A Errana tem excelentes músicos e todos desempenham o seu papel magnificamente bem, ou seja, todos tem o seu espaço dentro da banda.
Em relação ao publico, é claro que como todo vocalista, seja homem ou mulher, eu sou sempre mais assediada pelos fãs, mas nunca rolou qualquer ciúmes ou problemas em relação a isso.

NHZ: Vocês são de Americana, interior de São Paulo, conte-nos como é a cena para o rock/metal, casas de shows, lojas, bandas, etc.
Winny:
Americana, para mim, é uma cidade dormitório, você só dorme aqui, quer diversão vá pra Campinas, ou vá pra Limeira, Piracicaba, que são cidades da nossa região.
Nós temos aqui bandas de muita qualidade como Desdominus (Death/Black Metal), Archane Aeon (Death/Prog metal) e Adramma (Death/thrash metal). Ou seja, temos ótimos músicos, ótimas bandas, mas pouco apoio.
Aqui nos temos também uma loja de artigos especializados em rock e um lugar que rola sempre as mesmas bandas covers todo fim de semana (então nem conto como sendo uma casa de shows). Mais uma vez, pouco apoio.

NHZ: Vocês se preocupam muito com a divulgação na Internet, visto o myspace da banda que é bem visitado e vocês também tem se destacado no palco MP3, estando sempre entre as mais votadas/ouvidas. Assim como eu perguntei para o pessoal do Madre, essas ferramentas são funcionais para divulgar uma banda?
Winny:
Acho que é mais que isso. Internet é hoje fundamental para a divulgação de uma banda tanto no Brasil quanto em outros paises.

NHZ: O som de vocês é um gothic metal com vocais femininos, estilo que para mim é muito mais do que musical, pois há o aspecto visual, que é muito importante. Qual a preocupação da banda com esse aspecto e quem é o responsável por cuidar disso?
Winny:
Eu cuido de tudo em relação a Errana. Acho que visual é sim muitíssimo importante, mas não mais importante do que presença de palco e interação com o público.

NHZ: A banda possui dois Ep’s e se preparam para lançar seu primeiro álbum cheio. Vocês têm alguma previsão de lançamento e o que ele trará de diferente em relação aos trabalhos anteriores?
Winny:
Sim, determinamos o termino das gravações para julho. Sobre a data de lançamento, isso vai depender de muitos fatores, entre eles do selo com a qual vamos fechar. Recebemos várias propostas de selos internacionais e estamos analisando ainda, então não tenho nenhuma data certa para o lançamento.
Em relação as novas composições, só posso adiantar que estão mais pesadas, porém não menos elaboradas e criativas, estamos com dois músicos novos o André Cardoso (que entrou no lugar de William Franchi nos teclados) e Thiago Aranha (no lugar de Rodrigo Eduardo no baixo) e ambos estão muito empolgados e determinados, o que é ótimo pra banda, acho que com certeza a Errana vai surpreender novamente.

NHZ: Você é uma workaholic, pois além da banda você é professora, e também é dançarina. Como é conciliar todas as atividades e definir uma prioridade?
Winny:
Ainda tem mais um milhão de coisas que faço, por exemplo, desenho roupas pra minha grife, a “The Violet Massacre”, escrevo contos e poesias pra praticar minha escrita e estou escrevendo um livro que fala sobre loucura, inferno e amor, claro.
Pra conciliar tudo, eu tenho uma agenda bem organizada, e claro tenho as minhas prioridades. A Errana é uma delas, porém vale ressaltar que sou apaixonada por todas essas atividades nas quais estou envolvida, o que torna a minha vida uma correria, mas uma correria satisfatória e agradável.

NHZ: Ainda falando em dança, que por incrível que pareça, as danças do oriente e o rock possuem muitas similaridades, pois além de possuírem verdadeiros fãs, essa mistura gera música de muita qualidade, como os israelenses do Orphaned Land fazem. Como estes dois mundos se cruzaram na sua vida?
Winny:
Gosto de citar também bandas como Dead Can Dance (tenho uma coreografia de dança do ventre, que uso a musica “Into the Labirith” como tema) e Miranda Sex Garden.
Agora respondendo a pergunta, a arte sempre esteve muito presente em minha vida, desde criança. Fiz teatro muitos anos, além de participar de alguns corais, estudei outras danças como o Jazz e o Flamenco, estudei alguns instrumentos como bateria, violão clássico, contra baixo e violino- apesar de ate hoje só tocar de verdade a bateria (risos), enfim, tudo que envolvia a arte, lá estava eu no meio. Já o rock, esse me veio de berço. Meus pais gostavam muito, principalmente de rock nacional, alias, até hoje gostam, minha mãe não perde um show aqui na região (risos). Cresci interpretando musicas da Rita Lee, Kid Abelha e Rolling Stones.
Então era inevitável que todos esses mundos viessem a se cruzar um dia.

NHZ: Nesta pergunta citarei algumas mulheres de destaque na música e na dança e queria sua opinião sobre elas: Cristina Scabbia, Liv Kristine, e Sharon Kihara.
Winny: Cristina Scabbia - É uma das cantoras que eu mais admiro e respeito. Ele é muito talentosa, além de linda e muito sexy também (risos).
Liv Kristine é uma das minhas musas, sua voz é doce. Foi a primeira vocalista do estilo que eu ouvi (isso na época do Theatre of Tragedy). Fico muito feliz que a Leave´s Eyes esteja dando certo, ela merece.
Sharon Kihara dança muito, mas no estilo tribal (que é inclusive, o meu favorito) prefiro a Rachel Brice, ela é a minha maior inspiração na dança.

NHZ: Antes de encerrar, comente-nos sobre o show que a banda fará com os alemães do Xandria(show já ocorrido). Como surgiu a oportunidade e quais as expectativas para este evento?
Winny:
Nossa, estamos muito empolgados e ansiosos para este show. Quando eu soube que o Xandria tocaria no Brasil fiquei muito feliz, iria ao show de qualquer forma, pois sou fã da banda. Ai fiquei sabendo através de um fã da Errana que estava tendo votação no orkut, pra banda que abriria o show do Xandria aqui no Brasil. Quando fui ver quais as bandas que estavam concorrendo, até me assustei, lá estávamos nos como uma das bandas mais votadas!!!
Através desta votação, o organizador do evento entrou em contato conosco e fez a proposta, lógico, topamos!
Estou muito feliz mesmo, eu já iria ao show de qualquer forma, mas nunca havia me imaginado dividindo o palco com o Xandria. É realmente emocionante!

NHZ: Winny, muito obrigado pela entrevista! O espaço é seu!
Winny:
Obrigada pelo espaço e pelo apoio João.
Gostaria de agradecer aos nossos fãs, amigos e colaboradores por tudo que tem feito por nos. Obrigada pelo carinho de vocês e por estarem sempre conosco!
www.myspace.com/bandaerrana

ENTREVISTA: THE ROCKER
FOTO: DIVULGAÇÃO

Nenhum comentário: