16 de outubro de 2009

UNDERGROUND MEETS MAINSTREAM...

Como falei na edição anterior, muitas pessoas que começam a ouvir rock, primeiramente começam a ouvir bandas mainstream ou as que estão voltadas para a grande mídia, e na cena gospel ou White Metal não é diferente, muitos ouvem aqueles artistas que aparecem nos programas de clipes para depois conhecerem as bandas mais brutais e extremas!
Para essa edição escolhi o “Pop Maneiro” de I’ll Lead Your Home do platinado Michael W. Smith e The Forsaken dos noruegueses do Antestor!
Michael W. Smith – I’ll Lead Your Home
Bompastor – Nac (7,5)
Inicialmente conhecido por ser músico de apoio da belíssima cantora Amy Grant, o tecladista/vocalista logo partiu para uma bem sucedida carreira solo, que inclusive já proporcionou ao músico visitas ao nosso país para grandes shows!
Sendo considerado por alguns o Bryan Adams do gospel, neste trabalho de 1993, o moço ataca com um pop que flerta com o louvor e um pouquinho com o rock, que como em todas as receitas, soa muito bem quando flertado com o segundo, como a faixa Someday, que te faz cantarolar o refrão, mas que em outros casos, soa demasiadamente pasteurizado e sem energia, mesmo para quem não é fã de rock, salvo exceções como a faixa título, que chega a emocionar!
Apesar da falta de algumas guitarrinhas, não apenas este, mas todos os trabalhos deste artista valem ser conferidos, pois ao lado da já citada Amy Grant, foram os artistas que ajudaram a levar a música cristã (dentro do pop) aos lares seculares!

Antestor – The Forsaken
Silent Music Records – Nac (8,5)

Se não prestarmos atenção nas letras, poderíamos jurar se tratar de uma banda “from hell”, já que todos os músicos usam corpse paint, e são da Noruega(berço do estilo), mas essa afirmação está em partes correta, pois, apesar de serem da Noruega e fazerem Black Metal , suas letras são voltadas ao cristianismo (afinal são uma banda cristã), e que vem conquistando muitos fãs(inclusive não cristãos), pois sua música é dotada de personalidade!
The Forsaken nos apresenta um black metal que mescla as escolas antigas e contemporâneas do estilo, ou seja bebem na fonte de Emperor, Dimmu Borgir e Old Man’s Child, onde tudo soa muito bem feito e com direito a algumas ousadias, como a música Via Dolorosa, que é cantada em latim.
Uma curiosidade é que o baterista que gravou este álbum é nada mais nada menos que Hellhammer(atual Dimmu Borgir e que já gravou para bandas como Mayhem e Jorn).
Sei que muitos não concordam com esse tipo de música feito por bandas cristãs, mas creio que independente de escreverem para Deus ou o diabo, o importante é fazerem boas músicas, e num mundo tão grande, têm espaço para todos os segmentos, independente de seu credo!
Não posso deixar de parabenizar o excelente trabalho feito por Karim Serri (Silent Music) por estar lançando no Brasil estes excelentes trabalhos, que além do Antestor, lançou por aqui trabalhos do Holy Soldier, Virgin Black, Tourniquet, entre outros!

RESENHAS: THE ROCKER

Nenhum comentário: